Universidade de Vigo
IDIOMA 
PTESGL
Jose Saramago
 

Blog
Julho

Brasil: Uma crise poltica, econmica e social

O Brasil est em crise poltica. Por consequncia e/ou causa, est tambm em crise econmica. Por consequncia e/ou causa, passa tambm por graves crises sociais em que vemos um grande golpe ser seguido por diversas aes autoritrias, opressoras e elitistas sem conseguir, ainda, mudar muita coisa.

Em 2016, a presidenta Dilma Rousseff (PT), eleita em 2014, foi impedida de continuar seu mandato em um golpe que colocou na presidncia o vice da chapa, Michel Temer (PMDB). Desde ento, a situao do Pas s se agrava. Podemos listar uma srie de decises do governo, disfaradas de democrticas e constitucionais, em busca da ideia positivista de progresso: congelamento dos investimentos em sade e educao durante 20 anos; reformas previdencirias e das leis trabalhistas em detrimento das trabalhadoras e dos trabalhadores; cortes de verbas em todos os setores pblicos, chegando a um ato que nos tolhe o direto de ir e vir, garantido constitucionalmente: o cancelamento da emisso de passaportes.

Esses atos, por si s, j seriam motivos para reconhecer o governo problemtico que foi instalado. Houve ocupaes nas escolas e universidades pblicas, greves gerais e muitas manifestaes. Para todas o governo tem fechado os olhos e tentado criminalizar. Mas, como se no fosse suficiente, em maio de 2017 foi divulgado um udio em que Michel Temer e o senador Acio Neves (PSDB) aparecem pagando e recebendo propinas de Joesley Batista, investigado pela Operao Lava-Jato, do Ministrio Pblico Brasileiro. O prprio investigado entregou a gravao como parte de delao premiada [o investigado colabora com as investigaes em troca de reduo da pena recebida].

Neste momento, houve uma grande euforia poltica no Brasil. Acreditava-se que Temer renunciaria presidncia e que ambos seriam julgados e condenados, diante da prova. Mas para surpresa de todas e todos, Temer no renunciou e Acio, que foi inicialmente afastado do senado, foi inocentado por falta de provas e reassumiu seu cargo poltico. No caso especfico de Michel Temer, foi realizado um julgamento para a cassao da chapa que o elegeu como vice-presidente, j que o governo era de ambos. Mas, segundo o julgamento, o crime que gerou o impedimento de Dilma no alcanava Temer. No ltimo dia 27 de junho a Procuradoria Geral da Unio denunciou Temer ao Ministrio Pblico por corrupo.

No possvel classificar ainda o que mais assustador da situao poltica no Brasil. Mas certamente tem muito destaque nisso o que parece um compl entre os poderes executivo, legislativo e judicirio, todos se retroalimentando em seus atos de corrupo e de benefcio prprio, deixando de lado bem comum da populao brasileira. H um favorecimento de pessoas das elites poltica e econmica do Pas que, ainda que condenadas, recebem penas brandas e reduzidas pelas delaes, fazendo-nos questionar inclusive o trabalho do Ministrio Pblico, que tem pesos e medidas diferentes no tratamento dos investigados.

Cmplice disso a mdia brasileira, em especial as Organizaes Globo. Com o alcance e visibilidade que tm, em vez de cumprirem um papel social de informaes crticas e que dessem populao brasileira elementos para questionar o governo, apenas refora, pelo senso comum, uma averso aos temas polticos, todos eles associados corrupo. Isso acaba por afastar as pessoas de discusses essenciais para a tomada de posicionamentos que seriam capazes de transformar a realidade poltica do pas.

O que percebemos que a situao grave e que no podemos ficar paradas e parados esperando que, como mgica, tudo se resolva. So novas configuraes de fascismo e se instala uma ditadura disfarada de democracia, porque o povo se mantm calado e quando grita, ignorado. Com o apoio da mdia e dos poderes que deveriam ser regulamentadores, em vez de cmplices, o que nos cabe lutar para impedir que a situao se agrave ainda mais. Precisamos voltar a nos orgulhar de ns.

Gisa Carvalho. Brasileira. Jornalista. Membro da Ctedra Internacional Jos Saramago.
Publicado, 04/07/2017


Artigos relacionados

"Alm da conversa das mulheres, so os sonhos que seguram o mundo na sua rbita"

Jos Saramago

Facebook Ctedra Jose Saramago Twitter Ctedra Jose Saramago RSS Ctedra Jose Saramago