Universidade de Vigo
IDIOMA 
PTESGL
Jose Saramago
 

Blog

Apresentação da revista de poesia Jogos Florais em Vigo

Como já anunciámos, na tarde da próxima sexta-feira dia 4 de maio, a professora e investigadora Joana Meirim estará em Vigo para apresentar a revista de poesia e crítica Jogos Florais. 

Além disso, no mesmo dia mas de manhã vai estar no campus da Universidade de Vigo para dar uma conferência centrada no político nas últimas obras do iconoclasta artista português Alberto Pimenta às 11h00 no Salão de Atos da Faculdade de Filologia e Tradução.

Já a apresentação de Jogos Florais será às 19h00 no centro histórico da cidade e terá lugar num espaço privilegiado: o Centro Cultural Português do Camões, I.P., situado na Casa Arines, a construção laica mais antiga da cidade de Vigo (s. XVI).

A professora da Universidade Católica Portuguesa e investigadora do Centro de Estudos de Comunicação e Cultura (CECC) da mesma universidade, Joana Meirim, apresentará esta revista em linha: um site independente de poesia e crítica do qual foi fundadora junto com Ana Maria Pereirinha, Madalena Alfaia, Maria Sequeira Mendes e Sara Carvalho.

Nas palavras da equipa de Jogos Florais: "Jogos Florais é um site de crítica e poesia de diferentes nacionalidades, formas e feitios.". Assim, nele podemos encontrar obras recentes (a partir de 2000) e poemas antigos por vezes caídos no esquecimento. Mas não só: em Jogos Florais também há lugar para poemas inéditos e poemas traduzidos (a diferentes línguas e também a emojis!), "pérolas" poéticas, entrevistas, assim como a secção "Marginalia" que reúne curiosidades literárias. Adicionalmente, conta com um repositório de ensaios sobre poesia difíceis de encontrar.


De tudo para toda a gente disponível no site www.jogosflorais.com. O site é atualizado mensalmente e o próximo número está para sair!

Mas não é só nós que apreciamos esta pequena tasca que serve tesouros literários, o jornalista do Público.pt, Luís Miguel Queirós, também canta ou, antes, saboreia as maravilhas de Jogos Florais num empolgante texto publicado no 29 de abril, o qual acompanha em anexo este post.

Sob o fio condutor do nascimento dos Jogos Florais entre pratos e sobremesas, a equipa fundadora fala no artigo das suas motivações para criar a revista: «“(...) soube que formávamos uma equipa com verdadeira capacidade para dar sustento aos ‘subalimentados do sonho’, como lhes chamou a Natália”, prossegue Ana Maria [Pereirinha], confessando que ela própria “andava há vários anos desnutrida de poesia”».

Será um privilégio contar com a presença e as palavras de Joana Meirim nesta sexta-feira para nos apresentar esta diversificada amálgama poética, onde a crítica mais excepcional se junta com graça com a leveza lúdica de outras secções, e tudo calhado de poemas velhos e modernos, estrangeiros e locais, musicados e recitados, comentados e traduzidos, além de raridades, clássicos, perguntas e respostas: muito verso, enfim, e adequada prosa.

Publicado, 30/04/2018




Documentos anexos

Etiquetas

Atividades culturais
Poesia




Artigos relacionados