Universidade de Vigo
IDIOMA 
PTESGL
Jose Saramago
 

Blog

Carlos Nogueira vence o Prémio Literário Vergílio Ferreira 2022

 

Carlos Nogueira, professor, ensaísta e diretor científico da Cátedra Internacional José Saramago da Universidade de Vigo, venceu o Prémio Literário Vergílio Ferreira 2022, instituído pela Câmara Municipal de Gouveia, na categoria de ensaio com a obra José Saramago: a Literatura e o Mal.

 

Segundo se lê no site do concelho beirão, este livro resultou selecionado de entre um conjunto de 26 obras que se apresentaram a concurso pelo júri, constituído por Alípio de Melo (representante do Município de Gouveia), José Manuel Mendes (Associação Portuguesa de Escritores) e Manuel Frias Martins (Associação Portuguesa de Críticos Literários). O prémio  será entregue ao autor em cerimónia pública em agosto de 2022.

 

Carlos Nogueira, como destaca a nota publicada pelo município de Gouveia, tem "publicado livros de ensaio em editoras como a Fundação Calouste Gulbenkian, a Imprensa Nacional – Casa da Moeda, a Porto Editora, as Edições Europa-América, as Edições Lusitânia, a Livraria Lello e a Tinta-da-China" e já foi distinguido com o "Prémio Santander de Internacionalização da Produção Científica da FCSH / Universidade Nova de Lisboa, o Prémio Montepio de Ensaio e o Prémio de Ensaio Jacinto do Prado Coelho".


Além disso, o seu "trabalho ensaístico tem-se centrado especialmente nas relações entre a Literatura, a Filosofia, a Política e o Direito", acrescenta-se. Contudo, prossegue o comunicado do site da autarquia, "nos últimos anos, tem-se especializado no estudo e na divulgação da obra e do pensamento de José Saramago", como bem sabemos nesta cátedra.

 

Carlos Nogueira  é doutor em Literatura Portuguesa pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto (2008), onde obteve também um mestrado em Estudos Portugueses e Brasileiros (1999) e uma licenciatura em Línguas e Literaturas Modernas (1994). Lecionou diferentes cadeiras como Latim, Língua portuguesa, Literatura e cultura, Literatura Oral e Tradicional, Introdução aos Estudos Literários, Literatura Portuguesa, Texto Literário, Literatura Infantil e Juvenil, Modelos e Teorias da Comunicação em universidades de diferentes países europeus (Lisboa, Vigo, etc.) e universidades ibero-americanas (México, São Paulo, etc.). Como investigador leva publicado amplamente sobre a cultura e literatura portuguesas. Dirigiu teses de doutoramento e de mestrado, organizou congressos, colóquios, seminários, etc., em Portugal e no estrangeiro. Além de mais de três dezenas de livros académicos publicados, é autor de obras dirigidas à infância e à juventude, e cronista em vários jornais portugueses. Recebeu, em 2011, 2012, 2013 e 2014, o Prémio de Internacionalização da Produção Científica da FCSH da Universidade Nova de Lisboa e, em 2012, 2013 e 2014, o Prémio Montepio de Ensaio. Entre outros muitos volumes e artigos, publicou recentemente como editor José Saramago: a escrita infinita (Lisboa: Tinta-da-china, 2022) e, junto com Burghard Baltrusch e Jordi Cerdà, o volume José Saramago e os Desafios do nosso Tempo, (Bellaterra: Universitat Autònoma de Barcelona, Servei de Publicacions, 2021)

Publicado, 03/05/2022




Etiquetas

Bibliografia passiva
Carlos Nogueira




Artigos relacionados